3 Dicas matadoras para vender mais no Natal

Ainda que o desenvolvimento e a implantação de lojas virtuais venham se tornando processos cada vez mais simples com o uso das novas tecnologias, os empreendedores precisam de muito esforço e dedicação para que o negócio comece realmente a prosperar.

Não é segredo que o Brasil atravessa um momento desafiador na economia. A desaceleração no varejo já é esperada nestas situações, mas um segmento em especial chama a atenção diante deste cenário: o e-commerce.

Em ascensão mundial, o comércio eletrônico vem caindo na graça dos consumidores pela facilidade, comodidade e variedade de ofertas. Com a evolução tecnológica, a tendência é que sejam criados novos recursos e ferramentas que atrairão ainda mais os internautas.

Comércio eletrônico fatura R$ 28,8 BI em 2013 
29/1/2014


São Paulo, 29 de janeiro de 2014 - De acordo com a E-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico, o setor movimentou R$ 28,8 bilhões em 2013, crescendo, nominalmente, 28%, em relação a 2012, quando o faturamento chegou a R$ 22,5 bilhões. Apesar da inflação e da desaceleração da economia, o resultado superou as expectativas, que indicavam um crescimento nominal de 25%.

Pagina 1 de 3

Contatos

(21) 3529-8332

(21) 98425-1767(OI)

(21) 98231-5810(TIM)

(21) 99502-2071 (VIVO)

(21) 99496-4845 (CLARO)

Atendemos de 2ª a 6ª feira, das 10h às 22h

Sábados, das 10h às 16h

JoomShaper